Comemoração da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Publicado em Notícias

Falta DH

 

Num mundo marcado por gritantes desigualdades económicas, sociais, culturais e ambientais, é lícito questionar o porquê da comemoração do tema.

A história relata factos que foram autênticos atentados contra os direitos humanos e refere personalidades que se notabilizaram pela sua luta. Falamos de Ciro, o Rei João Sem Terra, Luther King, Mahatma Gandi, Nelson Mandela, Malala e muitos outros.

Atualmente, os média também nos dão a conhecer relatos e imagens chocantes, nos mais diversos cantos do mundo, como o genocídio, a fome, a tortura,o rapto, a violência doméstica, o abuso sexual, a pobreza...

Muitos destes problemas estão longe de ser minorados, uma vez que interajem com a cultura e a política impostas por governos autoritários e por uma vontade concertada dos agentes dominantes neste planeta.

Os Direitos Humanos são princípios universais que servem para proteger, garantir e respeitar o ser humano.Isto é, o acesso à liberdade, ao trabalho, à terra, à saúde, a uma habitação digna, à educação e à água potável, entre outros.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi adotada pela Organização das Nações Unidas, em 10 de dezembro de 1948. Em Portugal, a Assembleia da República, reconhecendo a sua importância, aprovou, em 1998, uma resolução na qual instituiu o dia 10 de dezembro, o Dia Nacional dos Direitos Humanos.

A Biblioteca e o Grupo de Geografia, dando continuidade ao definido no tema transversal do agrupamento e reconhecendo a importância, vêm, nesta semana, sensibilizar toda a comunidade escolar, esperando que esta atividade contribua, de alguma forma, para que os alunos vivam cada vez mais a igualdade entre todos, preparando assim a sua integração plena na sociedade.

 Personalidades final 1