DICA ECO: A Política dos 3 R’s

Publicado em Notícias

Logótipo  

O crescimento do consumo tem conduzido a um aumento significativo da produção de resíduos.

Mais lixo reflete-se proporcionalmente na quantidade de resíduos que é preciso eliminar. Um outro problema prende-se com a falta de espaço para instalar os aterros, bem como a necessidade de resolver os impactes ambientais dos mesmos, como a   produção de águas lixiviadas e de metano.

Na Conferência da Terra realizada no Rio de Janeiro, em 1992, foram apresentadas um conjunto de medidas de acção concretizadas na Política dos 3 R’s: Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Esta política diz respeito a todo o tipo de resíduos/efluentes sólidos, líquidos e gasosos.

A aplicação da Política dos 3 R’s é feita por esta ordem, para reduzir ao máximo a produção de resíduos e, só quando não existe nenhum tipo de reutilização possível, é que o material deve ser encaminhado para a reciclagem. Não havendo possibilidade de reciclagem irá para o lixo indiferenciado.  

O primeiro passo para mitigar a gestão dos resíduos é REDUZIR a quantidade de lixo produzido.

Política dos 3 Rs

Sophia, sempre Sophia!

Publicado em Notícias

No âmbito do trabalho desenvolvido pela Biblioteca Municipal de Coimbra/ Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares, em articulação com a Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares, realizam-se anualmente encontros sobre livros e autores nas escolas do 1º ciclo.

No ano em que se celebrou o centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen (2019) a Imprensa Nacional-Casa da Moeda, em parceria com a editora Pato Lógico, publicou o livro “Quem era Sophia?“, escrito por Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada.

Com a encenação e representação do ator Diogo Carvalho, realizaram-se sessões para os alunos dos 3º e 4º anos de Montes Claros, Conchada e Martim de Freitas (prevendo-se também a apresentação em Coselhas) tendo como objetivo a divulgação da vida e obra daquela grande escritora portuguesa.

Diogo 0 Diogo 1 Diogo 2 Diogo 3 Diogo 4

COZINHA MÁGICA NA EB23 MARTIM DE FREITAS

Publicado em Notícias

No dia 15 de janeiro de 2020, os alunos do 7.º E da EB23 Martim de Freitas dirigiram-se à cozinha do Centro de Apoio à Aprendizagem para confecionarem “Martinzinhos” e “Bolo de Maçã” em conjunto com um colega e amigo especial.
Foi uma quarta-feira diferente por vários motivos, mas sobretudo porque os alunos conseguiram conviver bastante com o seu colega, que era o principal objetivo desta atividade. Sempre com a ajuda da Diretora de Turma, Diana Melo, da Professora Cristina Lobo e dos Professores Estagiários do grupo de Educação Física, a turma foi dividida em grupos e distribuídas as tarefas: um grupo fez o delicioso Bolo de Maçã, outro cortou as maçãs e os outros prepararam os “Martinzinhos”, umas ótimas bolachinhas de manteiga e limão. Viveram-se momentos muito animados onde todos colaboraram e se divertiram. Enquanto o bolo e as bolachas coziam no forno, foi altura de limpar, lavar e deixar tudo arrumado. Ainda foi possível assistir a um bocadinho do torneio de Badminton onde estava um aluno a representar a turma. Depois de tirar os bolos do forno, chegou então a melhor parte: comer! Estavam muito saborosos!
A turma do 7.º E gostou bastante da experiência com o colega que também revelou bastante alegria em estar com a turma. Foram momentos muito bons e todos manifestaram vontade de repetir a atividade que consideraram muito construtiva.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Semana dos Afetos - Comemorar com o SPO

Publicado em Notícias

“Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê verdadeiramente com o coração. O essencial é invisível aos olhos”.
Antoine Saint-Exupéry

O Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry é um dos livros mais publicados de sempre. Contém valiosas reflexões sobre a vida, o outro e o valor da amizade. O pequeno príncipe, apaixonado pela rosa do seu planeta, apesar de ser igual a todas as rosas que encontra na terra, sabe que é única no mundo, porque ele a escolheu e porque passou muito tempo a cuidar dela.

As lições de vida da obra nem sempre são muito claras, mas vamos percebendo página após página, o significado dos laços que, fruto do tempo e da dedicação, se estabelecem entre as pessoas. Daí a importância de, pelo menos uma vez ao longo do ano letivo, refletirmos sobre o afeto na nossa vida, ou, nas palavras do livro, o significado de "criar laços". Claro que, na dúvida, podemos sempre pedir ajuda ao pequeno príncipe que, no seu asteróide, estará a ver o pôr-do-sol com a flor que ama.

De facto, todas as ações humanas se baseiam em emoções: o amor, a rejeição, a indiferença, o medo ou a alegria. Poder expressá-las, é importante para o nosso equilíbrio e bem-estar. Por isso, a Dr.ª Rosa Carreira conduziu subtilmente os alunos, a partir de um filme de animação e de um jogo, que tinha por base os sentimentos humanos, a uma reflexão sobre a alegria e como esta pode nascer de se aproveitar a vida com prazer e da partilha dos momentos de bem-estar com amigos e pessoas queridas, sobre o medo, e como este não é necessariamente um defeito ou uma emoção negativa, pois é muito importante para ensinar ao ser humano a importância dos limites e da auto-preservação, ou até sobre a raiva , a tristeza ou o afeto.

 Semana Afetos Semana Afetos1  Semana Afetos2

A atividade, dirigida ao 6º ano de escolaridade, terminou com a produção de uma mensagem escrita, que passou a integrar um mural preparado pela equipa da biblioteca e a exposição de cartões do Dia de S. Valentim realizada pelo Grupo disciplinar de Inglês.

Estas sessões dirigiram-se aos alunos do 6º ano de escolaridade e foram desenvolvidas pela Dr.ª Rosa Carreira, coordenadora do Serviço de Psicologia e Orientação, em articulação com a Biblioteca Escolar e no quadro do Projeto de Educação para a Saúde.

Vamos comprar um poeta - Teatro na Biblioteca

Publicado em Notícias

Inspirada na obra homónima de Afonso Cruz, a peça de Adriana Campos, que conhece este ano a sua 3ª edição, foi concebida para ser representada em bibliotecas escolares e todas as opções cénicas foram pensadas para este espaço.

Na nossa escola, o espetáculo, a convite do Grupo disciplinar de Português e da Biblioteca Escolar, foi dirigido ao  8ºano e decorreu nos dias 11 e 12 de fevereiro, tendo a atriz sido fortemente aplaudida pelos alunos, que perceberam de que forma a peça/ livro é uma crítica ao materialismo que predomina nas sociedades contemporâneas.

Tal como o livro, a peça é também uma reflexão sobre a poesia, a beleza, a criatividade e a cultura na vida humana, que, ao contrário de tantas outras coisas, não se podem comprar, nem têm um carácter utilitário.

Numa distopia, em que toda a realidade é quantificada, as pessoas têm números em vez de nomes e os artistas se compram como animais de estimação, é narrada a relação entre a personagem principal, uma jovem adolescente, e o seu poeta, responsável pelo facto de, gradualmente, a maneira de pensar da jovem se ter alterado. Descobrira o poder das metáforas.

  Vamos comprar um poeta

DELF Scolaire 2020 | Exames

Publicado em Notícias

Delf ScolaireO DELF Scolaire é um diploma oficial do Ministério da Educação Francês reconhecido a nível internacional. É proposto às escolas públicas e privadas, de acordo com um protocolo estabelecido entre a Embaixada de França e o Ministério de Educação Português, com condições excecionais para as escolas.

Estes diplomas baseiam-se no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas e permitem aos alunos certificarem as suas competências na língua francesa. 

O DELF Scolaire é a oportunidade para os jovens de obter um diploma reconhecido internacionalmente e vitalício.

A Alliance Française de Coimbra, como centro de exames de Coimbra e da Região Centro, organiza e coordena as sessões com as escolas participantes.

Inscriptions du 23 janvier au 23 avril 2020

NIVEAU

DATE

ÉPREUVES COLLECTIVES

ORAL INDIVIDUEL

TARIF

Candidat

boursier(1) / non boursier

A1

28/05/2020

09h30 – 10h50 (1h20)

A définir...

Entre le 21 mai et le 12 juin 2020 

26€ / 30€

A2

29/05/2020

09h30 – 11h10 (1h40)

30€ / 35€

B1

28/05/2020

11h30 – 13h25 (1h55)

33€ / 40€

B2

29/05/2020

11h30 – 14h00 (2h30)

40€ / 30€

(1) Bénéficiant de l´ASE (Ação Social Escolar)

Os alunos interessados poderão inscrever-se junto da professora de francês.
Os professores de francês estão disponíveis para esclarecer todas as dúvidas dos pais e encarregados de educação sobre o assunto.

Dia Mundial de Luta Contra o Cancro

Publicado em Notícias

O Dia Mundial do Cancro foi instituído a 4 de fevereiro de 2000, no âmbito do World Summit Against Cancer for the New Millenium em Paris. Desde então, comemora-se anualmente, por iniciativa da UICC (União Internacional de Controlo do Cancro), tendo como principal objetivo sensibilizar a população mundial e mobiliza-la na luta contra o cancro. A Escola Martim de Freitas para comemorar o Dia Mundial do Cancro, aderiu à Campanha “Eu Sou… e Eu Vou ...Cada um de nós pode ser o herói desta história.” que decorrerá de 2019 – 2021 e tem como finalidade uma chamada à ação, dando o poder ao indivíduo e desafiando-o a um compromisso pessoal de forma a ter impacto no futuro. Pequenas ações individuais podem ter o poder de reduzir o impacto do Cancro no próprio indivíduo. Adotar um estilo de vida saudável nomeadamente fazer uma dieta saudável, deixar de fumar, vacinar-se e não descurar os exames de rastreio são decisões simples, mas que ajudam a reduzir o risco de cancro. Por isso, é tempo de ser o herói desta história. A Liga Portuguesa Contra o Cancro do Centro facultou-nos materiais, cartazes e autocolantes, que foram utilizados, com a colaboração do CATL 2º e 3º Ciclos Martim de Freitas para criar um espaço de divulgação da mensagem da campanha visando consciencializar a comunidade educativa que podemos agir na luta contra o cancro e diminuir do impacto das doenças oncológicas na nossa sociedade.

Dia mundial LUTA Cancro2 Dia mundial LUTA Cancro 1

Agradecem a todos a colaboração prestada
Equipa Projeto Educação para a Saúde | CATL 2º e 3º Ciclos Martim de Freitas

Concurso Nacional de Leitura

Publicado em Notícias

A prova concelhia do Concurso Nacional de Leitura realizou-se ontem, dia cinco de fevereiro, na Biblioteca Municipal de Coimbra.

Os participantes realizaram a prova escrita no período da manhã, uma visita à Biblioteca Municipal  e os alunos selecionados tiveram ainda as provas de palco durante a tarde.

Para os 1º, 2º e 3º ciclos a prova consistiu na leitura expressiva de um texto escolhido pelo júri, estando o agrupamento de parabéns, dado que teremos quatro representantes na fase interconcelhia, organizada pela Biblioteca Municipal da Mealhada, no dia 24 de abril.

No entanto, a excelente prestação dos nossos alunos não teria sido possível sem o trabalho dedicado dos seus professores.

No Blogue da biblioteca, os alunos encontrarão a lista dos livros que deverão ler para a fase intermunicipal.

  Concurso Nacional de Leitura

Eu e os outros - autoestima e resiliência

Publicado em Notícias

A promoção da saúde mental está presente desde o início da vida, refletindo-se na adaptação e na satisfação com que se cresce e na capacidade de resolver adversidades. A saúde mental não é estanque nem estática, podendo haver desequilíbrios ao longo da vida. A intervenção precoce, em certos casos, previne complicações futuras e, noutros, facilita a recuperação e a reinserção social nas situações mais crónicas.
saude mental   A autoestima é a apreciação que cada um faz de si mesmo, a capacidade de gostar de si. Conhecer o seu próprio eu é fundamental, pois implica ter consciência dos seus aspetos positivos e negativos, e valorizar as virtudes encontradas. Em muitos momentos da nossa vida, quando surgem obstáculos no caminho, parece-nos mais fácil baixar os braços e aceitar a derrota do que mobilizar recurso para continuar a lutar. Ser resiliente implica a utilização de um conjunto de características que nos permitem recuperar de experiências difíceis. O desenvolvimento da atitude de resiliência vai permitir ultrapassar positivamente obstáculos e percecionar as dificuldades como possíveis de superar. 

Aceitar ajuda e apoio dos que estão próximos como a família e amigos e ajudar quem precisa pode ser uma forma de perceber que não somos os únicos a passar por dificuldades.

autoestima   Neste âmbito os alunos que frequentam o 7º ano, participaram, nos dias 27 de janeiro e 3 fevereiro, numa atividade de sensibilização- “Eu e os outros- autoestima e resiliência” - dinamizada pela Enfermeira Cristina Crespo da UCC – Centro de Saúde de Celas. Os alunos aderiram de forma muito positiva interagindo nas atividades propostas com entusiasmo. Reconheceram a necessidade de desenvolver a sua autoestima e a resiliência perante os insucessos, transformando as experiências negativas em aprendizagens e oportunidades de mudança.
 
Agradece a todos a colaboração prestada
Equipa do PES e Grupo Disciplinar de Ciências Naturais